O MOSTEIRO DE SÃO BENTO

O Mosteiro de São Bento do Rio de Janeiro foi fundado em 1590 por dois monges vindos do Mosteiro da Bahia em 1589, vinte e quatro anos depois de fundada a cidade. Foi a segunda Ordem religiosa a estabelecer casa no Rio de Janeiro, sendo os beneditinos antecedidos apenas pelos jesuítas. Em 1596 já estava o Mosteiro consolidado, em local apropriado, onde ainda se encontra, sendo nessa ocasião erigido em Abadia. Tem como padroeira Nossa Senhora do Monserrate e integra a Congregação Beneditina do Brasil, que compreende hoje sete mosteiros masculinos e dezesseis femininos.

CRONOLOGIA DO MOSTEIRO DE SÃO BENTO DO RIO DE JANEIRO

  • Fundação do Mosteiro, pela Congregação Beneditina de Portugal, com monges vindos do Mosteiro de São Bento da Bahia. Recebe como padroeira Nossa Senhora da Conceição.
  • O Mosteiro é elevado à condição de Abadia.
  • Passa a ter como padroeira Nossa Senhora do Monserrate.
  • Início das obras da atual igreja.
  • Inaugurada solenemente a igreja.
  • Início das obras do novo prédio do Mosteiro, substituindo o antigo, feito de taipa de mão.
  • Bombardeio ao Mosteiro por ocasião da invasão francesa, causando muitos danos.
  • Trabalho na talha.
  • Incêndio destrói o prédio principal do Mosteiro.
  • Término das obras do Mosteiro, com a conclusão do refeitório.
  • Fim das obras da igreja, com a conclusão da sacristia.
  • O Mosteiro concorre com elevada soma para a hospedagem no Rio da Família Real Portuguesa e ele mesmo abriga vários membros da comitiva real. Será sede da hoje Escola Naval por 31 anos e em prédio de sua propriedade abrigará tropas do Exército.
  • O próprio Mosteiro é ocupado por tropas do Exército.
  • Passa a integrar a Congregação Beneditina do Brasil.
  • Proibição do Governo às Ordens religiosas de receber noviços.
  • Fundação do Colégio de São Bento.
  • Restauração da vida monástica, que estava em extinção, com a chegada de monges da Congregação de Beuron (Alemanha).
  • Fundação da Escola Teológica, hoje Faculdade de São Bento (Cursos de Filosofia e Teologia). Inicialmente apenas para os monges, a partir de 1970 passa a receber alunos não monges.
  • Recebe do Papa a condição de Abadia Territorial, ou seja, equiparada a uma Diocese.